domingo, 20 de abril de 2008

- Qual é a primeira coisa que deve fazer quem começa a filosofar?
Rejeitar a presunção de saber.
De facto, não é possível começar a aprender aquilo que se presume saber !
(Epicteto, (55 d.C./135 d.C.), foi um filósofo grego, pertencente à Escola Estóica, que viveu a maior parte de sua vida como escravo em Roma)

8 comentários:

Odele Souza disse...

A frase filosófica encerra uma grande verdade. E quem acha que sabe tudo, acaba se tornando uma pessoa de difícil relacionamento.

Um beijo.

xistosa disse...

odele souza

Quando estudava, lembro-me de dizer;
" a filosofia é a ciência pela qual ou sem a qual, ficamos tal e qual".

Mas se "a priori" pensamos que sabemos e não estudamos, ficamos como estamos.

Desculpe a palinfrasia, mas eu adoro!

AJO disse...

Ai as coisas que a escola estóica pode ensinar... grande verdade.
BJS e boa semana

peciscas disse...

Essa frase que citas atrás no comentário, foi a primeira definição de filosofia que ouvi, no meu longínquo 6º ano do Liceu.
Mas olha que, cada vez há mais presunção e menos água benta...
Com tantas graduações, qualificações, mestrados, doutoramentos, conjugados com a nacional pesporrência,caminhamos para um país de sapiência ignorante, que não sei onde nos vai levar!

xistosa disse...

ajo

Como diz por baixo o "peciscas", foi a primeira filosofia que aprendi, antes de aprender, no meu 6º ano.
Tempos de austeridade que só deixaram praticamente o que se "papagueava" à força.
Uma boa semana.

xistosa disse...

peciscas

Agora até um "Curso de equivalência ao 9º Ano de Escolaridade" como "Jogador(a) de Futebol", evita a matemática, o português e as disciplinas básicas para serem lançados na vida.
Temos o facilitismo ...

Como disse à "ajo", antes de abrir o livro, salvo erro era o "Aresta", já sabia a filosófica frase.

Multiolhares disse...

Talvez por muita gente viver na presunção de saber, não evoluam o orgulho cega

beijinhos

xistosa disse...

multiolhares

Em todos os níveis da vida ... a presunção é prejudicial.

Vamos deixar de parte os políticos, governantes e outros iluminados.