quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

- Sê moderado nos teus sonhos; porque quem madruga e se levanta com o sol, desfruta de tudo ! (josé torres - xistosa)

16 comentários:

São disse...

Boa sugestão!!


Para si, um abraço.

Laura disse...

Qual moderada, mais se sonha mais se tem, coisas boas, claro, como amor (ahhh onde anda ele? os euros...onde andam eles, decididamente, nem vale a pena sonhar, já passou de moda.) Beijinhos.

Nanda Assis disse...

belo pensamento.

bjosss...

xistosa - (josé torres) disse...

São

Por muito baratos que sejam ... não nos devemos exceder ...
Apesar de um sonho ser isso mesmo ...

Mas para a semana, desforro-me ... com os sonhos, vão ser reais e feitos por mim!!!
Não é para me gabar, mas nunca comi iguais ...

xistosa - (josé torres) disse...

Laura

Como disse no post anterior, o sonho é mesmo ... um sonho.

Nem sei se sou imoderado.

Esqueço-os facilmente porque só vivo de realidades.
Sim, daquelas que têm euros ... e que nunca estão quietos ... mudam de mão para mão que é um "vê se te avias".

Mas continuo a sonhar ...

xistosa - (josé torres) disse...

Nanda Assis

Desculpe qualquer coisita ... mas sou assim ...

Até nos sonhos!!!

Laura disse...

Ahh então bons sonhos pra ti e eu vou sonhar também, mas com coisinhas boas ...jinhos.

xistosa - (josé torres) disse...

Laura

Sonhos?

Agora só na quarta-feira.
Era morto pela "família unida que jamais será vencida", se os não fizesse.

É por isso que gosto do Natal e MUITO.
Sonhos para os vizinhos da direita e da esquerda, (daqui são 2 famílias).
Mais uns sonhos para V. N. de Gaia e como o "negócio é bom", e o produto é barato, mais um "penico" deles para Vendas Novas - Alentejo.

Se sofresse de Alzheimer ainda tinha desculpa ... assim ... faz e cala-te!!!

Vieira Calado disse...

Meu caro:

Aí vai o meu NIB

0035 0387 00004737000.29
de José Vieira Calado
e é na C.G.D de Lagos.

Tome o seu tempo. Logo me manda isso, depois do Natal, ou Ano Novo...
ou lá para 2.050, quando passar o Halley...

Um forte abraço

xistosa - (josé torres) disse...

Vieira Calado

É que assim ganhamos os dois.
Pago as despesas de envio e não gasto um "tusto".
É que também sou clientes dos ladrões ... desculpe da C.G.D.

Só para lhe dizer que ainda não chegaram as letras ... talvez as estejam a emparelhar nos CTT.
Agora também vendem livros, lotarias, não sei se cervejas e preservativos ...

Laura disse...

Ahhh regista regista que eu mandei dois livros para Lisboa e como não os registei, ficaram-se pra ele, nunca chegaram ao seu destino....Beijinhos.

Angela Ladeiro disse...

Pois se eu morasse perto aparecia para comer desses sonhos. Gosto muito e não os sei fazer...São de abobora? Mande pelo correio...Bom Natal e bom proveito!

xistosa - (josé torres) disse...

Laura

Também se tem livros publicados, pode enviarmos que depois quando tiver vergonha, pago.

Agora mais a sério.
Gostava de os possuir.

Normalmente com o NIB é mais fácil e eu pago sempre as despesas.

Mas o do amigo Vieira Calado ainda não chegou.

É uma chatice se desaparecem, porque o destinatário ainda passa por vigarista.

Oxalá que não aconteça comigo

xistosa - (josé torres) disse...

Ângela Ladeiro

O segredo está em bater a massa muito bem.
Tenho uma batedeira Kenwood, ligo-a ... que maravilha, só a desligo quando a massa faz bolhas.

Depois é só fritar, com duas colheres de sopa e ajudá-los a virarem se for caso disso.
Ou até a picá-los com um garfo, para o interior ficar frito.
Normalmente não é e de dentro de cada ainda sai outro ou ficam enormes.
São muito fáceis de fazer, a dificuldade é bater a massa.

Depois tem o molho que deve ficar um xarope sobre o grosso.

Já nem digo mais, que me estou a babar e estrago o teclado.

De abóbora amarela, também são bons.
Por aqui, em casa dos meus pais, chamavam-lhes "belhoses".

Tenho ambas as receitas no início do blog.

Antigamente a CP tinha um serviço,`Porto-Lisboa e Lisboa-Porto pelo menos, em quadras festivas, em que se podiam despachar alguns tipos de encomendas, que iam à guarda do maquinista.
Depois, o maquinista levava o nome de quem ia levantar a encomenda, que nem se identificava.
... bons tempos !

Helena Paixão disse...

Ora aqui está um pensamento que dá que pensar...
Normalmente aconselham-nos a sonhar e a não desistir dos nossos sonhos. Creio que este pensamento vem chamar a atenção para não nos deixarmos ficar sentadinhos a sonhar, e a esperar que algo aconteça, enquanto a vida passa e não a vivemos em pleno.
Resumindo, bom conselho :-)

xistosa - (josé torres) disse...

Helena Paixão

Talvez que nos dias mais compridos, os sonhos sejam mais curtos.

Mas quem mede os sonhos?

Será que por o dia ser maior, (levantámo-nos com o sol), os sonhos serão diferentes.

Dizem que quem dorme "depressa"
também senho ao mesmo ritomo.
Será???