domingo, 14 de dezembro de 2008

- O mais feroz dos animais domésticos é o relógio de parede: conheço um que já devorou três gerações da minha família ! (Mário de Miranda Quintana, (1906 - 1994), foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro).

9 comentários:

São disse...

Fabuloso!!
Bom domingo e que esteja bem, José.

xistosa - (josé torres) disse...

São

Estou óptimo e como disse num comentário, desconfio que sou imortal.
Até agora não tenho motivo para desconfiar do contrário ...

Além de tudo, tenho o portátil e o de secretária com viroses.
Um não arranca o Windows e no outro está constantemente a visar-me duma infestação ...
Já gastei duas embalagens de Dum-Dum, mas não resultou.

O médico também adoeceu e estou descalço ou talvez nu ... já nem sei.

mundo azul disse...

...eu também!

Realmente, temos que ter o máximo cuidado com esse bichinho, o tempo... Se não prestarmos atenção, ele devora nossa vida sem que percebamos!


Beijos de luz e um dia MUITO FELIZ, querido amigo!!!

Vieira Calado disse...

Olá, amigo José Torres!

Tive um amigo (muito mais velho do que eu) que embirrava com o relógio da torre da igreja...
e rogava-lhe pragas!

Como ia sempre tarde para casa, a mulher, pelo bater das horas, sabia que ele ainda estava fora!

;)

Quanto ao livro, vou enviá-lo,
com todo o gosto e uma oferta cá do rapaz.

Eu tenho cá e seu endereço.

Um forte abraço

Vieira Calado disse...

...Agora estive a ler o seu comentário de resposta à SÃO.

Você não perde uma!...

Roderick disse...

Também tenho um "animal" desses!

xistosa - (josé torres) disse...

Mundo Azul

Já tentei parar o meu, mas os outros não param ... e o tempo escoa-se inexoravelmente.
Caminhamos e mesmo parados, estamos sempre a avançar.

xistosa - (josé torres) disse...

Vieira Calado

Obrigado pelo comentário e por enviar o livro.

os relógios são assim.
Sabe como é que se perde um relógio?

É ele parar e nós continuarmos a andar ...

Não se pode perder a oportunidade em lado nenhum.
A praticar sempre se vai mais longe ...

xistosa - (josé torres) disse...

Roderick

Conheço alguns caçadores ... talvez umas chumbadas eliminem os bichos.
No portátil, sei o que tem, o "Disk Knight" e como se elimina, mas não consigo arrancar com o Windows, de maneira nenhuma, nem CD, nem um backup que tinha feito há pouco, pois o m/antí virus "obriga-me a fazê-lo.
Também não percebo patavina e não é agora que vou aprender ...

Tive azar que o "médico" adoeceu com gripe ...
Espero que passe!