domingo, 1 de março de 2009

.
- Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria, e precisa reparti-la.
Paga-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-se com a própria alegria.
É urgente pois a alegria dessa pessoa é fugaz como estrelas cadentes, que até parece que só se as viu depois que tombaram; precisa-se urgente antes da noite cair porque a noite é muito perigosa e nenhuma ajuda é possível e fica tarde demais.
Essa pessoa que atenda ao anúncio só tem folga depois que passa o horror do domingo que fere.
Não faz mal que venha uma pessoa triste porque a alegria que se dá é tão grande que se tem que a repartir antes que se transforme em drama.
Implora-se também que venha, implora-se com a humildade da alegria-sem-motivo.
Em troca oferece-se também uma casa com todas as luzes acesas como numa festa de bailarinos.
Dá-se o direito de dispor da copa e da cozinha, e da sala de estar.
P.S.
Não se precisa de prática.
E se pede desculpa por estar num anúncio a dilacerar os outros.
Mas juro que há em meu rosto sério uma alegria até mesmo divina para dar.

(
Clarice Lispector (1920 - 1977), escritora brasileira de origem judia nascida na Ucrânia.)

.

8 comentários:

Anónimo disse...

DEDICO, AO JOSÉ-TORRES.

Á NOITE NA ESQUINA, SOLITÁRIO,CHOREI
CANTEI MEUS POEMAS ÀS ESTRELAS, E MILHÕES DE ESTRELAS ME APLAUDIRAM.


Olha ZÉ continua está muito bonito força. Beijinho

LAMEKING

Mariazita disse...

Meu caro Zé
Ultimamente tenho ido mais ao outro lado, mas hoje virei-me para aqui...
Gosto imenso de Clarice Lispector. Deixou textos belíssimos, e este é um deles.
Feliz escolha.

Bom domingo.

Beijinhos
Mariazita

Angela Ladeiro disse...

Uma escolha fantástica e até vai muito bem para os nossos tempos! Eu não conhecia a escritora e vou investigar, pois gostei muito do aperitivo. Um abraço

xistosa - (josé torres) disse...

Anónimo

(Lameking)

Fechei esta loja para já.

Agradeço as palavras, mas não as vou devolver aqui.

A partir de agora e para já só estarei AQUI.

MUITO AGRADECIDO.

xistosa - (josé torres) disse...

Mariazita

Vou deixar de colocar posts aqui.

Não tenho vida nem tempo para um blog, quanto mais para dois.

Este vai ficar suspenso por enquanto ...
Peço desculpa, mas nunca gostei da escravidão.

Estava a ser escravizado pelos blogs e disse ... basta!!!

Vou estar do outro lado, talvez um pouco modificado.

De qualquer modo, um abraço de gratidão pela disponibilidade e pelo apoio com a s visitas.

Até já!!!

xistosa - (josé torres) disse...

Ângela Ladeiro

Não tenho aparecido porque ando em "obras" no meu "inséte".

Este acaba por morrer, ou vai sobreviver dificilmente ...

Como digo aí por cima, não tenho tempo para tudo.

O relógio está velho mas anda depressa e a vida não nos perdoa.

Vou ficar pelo "inséte", mas quero ver se o modifico um pouco.

Hoje tive a ajuda da minha filha, para me actualizar o que não sei, que é quase tudo ... que não quer que o "insécte" morra.

Para mim ficava só com este blog.

É a minha vida e o meu viver ...

Talvez me arrependa ...

Sem querer e por mero acaso, fui descobrir uma frase da Clarice Kispector.
Nem sabia quem era ...
Fiquei fascinado com o que li, que ainda foi pouco.

Mas esta frase-anúncio, é ENORME!!!

Uma boa semana.
E até ao "inséte"

Laura disse...

Caramba, já ia responder ao anuncio, é que eu sou risonha até nos momentos a sós e assim...mas que pena que nem é preciso...beijinhos.

xistosa - (josé torres) disse...

Laura

Confesso que nunca tinha ouvido falar em, Clarice Lispector.
Li algumas coisas que fui descobrir e fiquei maravilhado.
Não com tudo, mas com a maioria do que li e não foi muito.

Tenho que a descobrir melhor.

Pena que o lugar já deverá estar ocupado ... mas as condições eram excelentes ... e eu ter-me-ia candidatado ...
Até já!!!