segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

- A vida só pode ser entendida olhando-se para trás.
Mas só pode ser vivida olhando-se para a frente !
(Søren Aabye Kierkegaard, 1813/1855, foi um teólogo e filósofo dinamarquês do século XIX, que ficou conhecido como o "pai do existencialismo", embora algumas novas pesquisas mostrem que isso pode não corresponder inteiramente á verdade).

14 comentários:

São disse...

Aqui está a prova de como é dificil viver!

Um abraço, amigo.

Luís Maia disse...

Um abraço amigo José

seja bem vindo, com mais coração já que a "veia"

obviamente se mantém intacta

Angela Ladeiro disse...

Para quem precisa de repouso...estar ao computador altas horas da manhã? Estou contente porque tudo correu bem. Um abraço de boas vindas.

Horácio Salgado disse...

Eu diria que a vida não pode ser entendida de olhos fechados, nem vivida olhando para o monitor à nossa frente. Como vê, eis o grau máximo de evolução dos babuinos.

Multiolhares disse...

estou completamente de acordo
aprendemos com o passado mas é
no futuro a continuação

quero dizer que fiquei feliz de saber que está
recuperado, por vezes temos sinais temos de os apanhar
na vida vamos sempre tendo de ultrapassar barreiras.
Com respeito á sua esposa deixo-lhe um beijo de força

mundo azul disse...

Felizes os que tem a clareza de visualizar com os dois olhares...


Beijos e uma noite feliz!!!

Vivian disse...

...olá moço!!!

que bom saber que este coração
ainda bate forte aí dentro do peito!

sei bem desta linguagem, porque
sou cardiopata de carteirinha,
mas não me curvo diante das
imtempéries, e assim vou cumprindo
minha caminhada feliz por aqui.

nada que bons medicamentos,
e um cateterismo de tempos
em tempos não nos ajude a fiscalizar o trabalho da
máquina-mór...

não dizem por aí que
o coração tem razões
que a própria razão
desconhece?

pois então,
entender pra quê?

feliz aqui, em encontrá-lo
cheio de vida.

muahhhhhh

xistosa - (josé torres) disse...

São

Já se passaram uns dias ... mas continua a ser difícil viver, rsss, rsss

Um abração e obrigada.

xistosa - (josé torres) disse...

Luís Maia

A veia está ou vai estar, "in tacta", assim que nem português nem latim, uma latinada mas não de latir.
Aqui não há lamentações, o muro já foi derrubado.

Um abraço.

xistosa - (josé torres) disse...

Ângela Ladeiro

O médico disse-me para me deitar cedo, não apanhar frio e não fazer esforços.

Durmo 12 horas por dia e acordo com mais sono.
Se me sento, adormeço.
Como hei-de descansar mais? ou Menos?

Para não apanhar frio teria que mudar de continente.
Foi o que fiz.
Comecei a fazer compras no Jumbo.

Para não fazer esforços só mexo as pontas de 6 ou 7 dedos, tenho vinte.
É sobrecarregar alguém?

Ainda não acabou, falta a sobremesa que é um pouco mais rija, mas não penso nisso.

Agora respiro descontraído.Um abraço.

xistosa - (josé torres) disse...

Horácio Salgado

Pois não.
Temos que abrir os olhos e saber escolher ... e até umas meias esburacadas são mais frescas em certas épocas do ano.

Mas olhemos em frente que os babuínos são uma comunidade unida!

xistosa - (josé torres) disse...

Multiolhares

O passado ... é melhor esquecê-lo, não pensar no futuro, mas viver intensamente o presente.
Tão intensamente que possamos desfrutar de tudo de bom e talvez um bocadinho de mau.
mas a vida é isto mesmo.

Grato pelas palavras que me tem deixado.
Fazendo humor barato, joguei ténis muitos anos.
Nunca saltei a rede ...
A m/mulher retribui.
Obrigada por tudo.

xistosa - (josé torres) disse...

Mundo Azul

Por vezes uso óculos. (Miopia, ou a idade a levar-nos, lentamente, o que nos deu).
Não gosto muito de olhar para trás.
como disse em cima, gosto e quero viver o presente.
O futuro aparecerá e será como será ...
Um abração.

xistosa - (josé torres) disse...

Vivian

Nunca nos lembramos que podemos adoecer.
O mal acontece só aos outros ... até que somos atingidos.
O cateterismo não custou nada e não tenho receio do "bypass", porque me disseram que teria maior qualidade de vida.
Talvez passe só a comer ostras e lagosta e a beber "champagne", com tanta qualidade.

Não é a qualidade, é a recuperação que sei ser dolorosa e morosa e eu não suporto muito bem as dores físicas.
Até de uma simples injecção eu fujo.

Ainda bem que me encontrou. É sinal de que estou vivo.
Pior seria se já não respondesse.

Um até já e obrigada.