domingo, 7 de setembro de 2008

- Não chores pelas coisas que terminaram, sorri por elas terem existido ! (Luiz Eduardo Boudakian - Brasileiro de S. Paulo, portador de necessidades especiais, decorrente de uma alteração genética no sistema nervoso central, que afecta a coordenação motora, o equilíbrio e a fala, portanto uma doença que leva à degeneração cerebelar. Não há cura e, com o passar do tempo, as dificuldades de locomoção e comunicação aumentam.)

8 comentários:

São disse...

Totalmente de acordo, mas por vezes é difícil...
Beijo.

Laura disse...

Dificil sentir fácil de escrever, e muito mau de realizar porque!...nem todos têm capacidade para se deixar ir na onda, e de pessoas bem feitas perfeitas com pernas com mãos com a vida a correr brilhante, de repente passa-se para a dor a raiva e a loucura, mais tarde já acomodados, nunca de todo, então poderemos dizer isso!...
Eu só em adulta é que comecei a desvalorizar a minha falta de ouvido e a raiva em miuda e dolescente, era uma constante...
Sabe Deus os impropérios que lhe mandava zangada por me ter excluido do mundo dos ouvintes; quando eu era uma moça porreirinha e não fazia mal a ninguém...mais tarde fui lendo e sentindo e...agora sim, soua ssim e prontos, mas já faltou mais para o meu implante e...não perco pela demora, é que vou transformar a minha meia idade no melhor tempo d aminha vida! credita querido xistosa!...tás a ver a nina das resteas a dançar perdida e a cantar, a tocar bombos e o que aprender? pois espera uns meses e já falamos...abraço da laura..

Maria disse...

O titulo deste post, daria um excelente comentário ao meu último post http://veranuda.blogspot.com/ mas mesmo assim, não deixa de ser perturbador e / ou arrepiante.
Daria muitas horas de discussão.

o que me vier à real gana disse...

Filosofia... da BOA! Pertinência no post.

P.S. (não de Partido Socialista!!!), tenciono tb ser "cliente" deste seu espaço de letras, pois não se limita a ser mais um! É coisa de exelência.

xistosa - (josé torres) disse...

são

O que posso dizer?
Também concordo, nunca olho para o passado, já não o posso modificar.

xistosa - (josé torres) disse...

Laura

É necessária força de vontade, eu só se estivesse inconsciente é que me deixava operar.
Ainda bem que há poucos como eu, sou medroso e não confio em mim ... quanto mais nos outros.
Mas um mundo sem sons, não posso dar valor, talvez esse seja o mal.
Quando temos as coisas desvalorizamos tudo.
Por isso é que eu sempre que passava por aí, ouvia a música altíssima ...

Que tudo corra bem, quando chegar a hora.

xistosa - (josé torres) disse...

Maria

Não me pertence, trouxe-o para aqui.
Talvez o Luís Eduardo fique satisfeito ...

Obrigada pela visita.

xistosa - (josé torres) disse...

o que me der na real gana

Vou fazer "copy" e "past" duma resposta a um comentário:

"Não fui muito explícito.
Estou reformado há ... sei lá ... há mais de 12 anos.
Sempre fui fazendo alguma coisa, (projectos de saneamento e abastecimento de água), até que o trabalho escasseou e os pagadores de promessas, na hora certa, desapareciam.
Como tenho mau feitio, fui-me incompatibilizando com alguns ... duns recebi o dinheirinho, doutros só promessas ...
Entreguei no final de Julho a chave dum escritório que possuía a meias, (só nas despesas básicas, água, luz e telefone), na Praça da Liberdade, mesmo no centro do Porto.
(o meu colega também acabou com tudo)
Trouxe há bastante tempo um estirador, para casa e ia-me entretendo.
Mas como em tudo, o trabalho praticamente desapareceu.
De repente, "alevantou-se" e não vou dizer que não, ao que, ACIMA DE TUDO, gosto de fazer.
Juntando o agradável ao útil, tenho trabalho até ao fim do ano, pois são uns hotéis ... e umas coisas mais pequenas.

Um dia que necessite de fazer uma casa nova, ofereço-me para lhe fazer o projecto de águas e saneamento.
Não é uma coisa de somemos importância ... porque tenho colegas que construíram moradias e está um filho a tomar banho num WC e ele à espera que o filho feche a água para poder tomar o seu banho.
Mas nem só ...

Portanto, o "ucometa" que foi o último, se o conseguir unir ao "inséte", dizem que é possível, mas não para a minha inteligência.
Eu nem seu procurar os "Favoritos" que me desapareceram todos ...

Um até já, se não for aqui, será no "inséte"."

Tenho que fechar esta loja, já não tenho tempo para muitas letras e por isso vou ficar só no "inséte".
Tenho pena, mas o relógio não pára ... e assumi compromissos.
Por uns tempos vou tentar.
Nem eu sei bem o que quero.