quinta-feira, 5 de junho de 2008

- Posso sobreviver dois meses com um elogio ! (Samuel Langhorne Clemens, mais conhecido por seu pseudónimo, MARK TWAIN, 1835/1910, foi um famoso escritor, humorista e romancista dos EUA. Foi ainda aprendiz de tipógrafo, piloto no Mississípi, garimpeiro na corrida ao ouro, jornalista globe-trotter antes de ser escritor a tempo inteiro).


19 comentários:

João Videira Santos disse...

Que os elogios se repitam e sobreviva por muitos anos com a eloquência da palavra.
(agradeço as visitas e comentários. Bem haja!)

Angela Ladeiro disse...

Subscrevo!!! Grandes pensamentos. Até daqui a uns dias...

Ana Maria disse...

Sou mais a crítica construtiva do que elogios com sabor de destruição.
Obrigada pelas 3 visitas.
Fico contente quando me visita e dá seu parecer. Aprendo cada vez mais.
Uma sexta de sucessos!
Meus beijinhos!

mundo azul disse...

Elogios são sempre bem vindos, mas, necessitar deles para sobreviver, não é nada bom...
Beijos de luz e um final de semana encantador, para você!!!

xistosa disse...

joão videira santos

Na minha idade e como lhe disse, sou fraco apreciador de arte.
Gosto do que gosto.
Tenho algumas obras a óleo sobre tela, e aos 61 anos, não penso comprar mais nada.
Mas é com mágoa que vejo que a cultura é só em Lisboa.
Não tenho papas na língua e culpo o presidente da Câmara, mas o Governo e os anteriores nunca olharam para a cultura.
É a cultura pequena do português.
Fico sensibilizado pelas gratas palavras.
Gostava de ver a sua obra.
Posso não perceber ... mas apercebemo-nos do que gostamos.
Pode ser que se propicie um dia ...
Obrigado.

xistosa disse...

Que o descanço seja para descançar, o que duvido. na sua profissão não se pára.

De qualquer modo, abranda um pouco a grande quantidade de posts, que até nem tinha tempo de ver ...
Boas férias.

xistosa disse...

ana maria

Obrigada pelas palavras.
Não costumo falhar nas visitas. Neste momento estou assoberbado de trabalho.
Mas a Net é um mundo que me atrai sempre.
Eu volto!

xistosa disse...

mundo azul

A bajulação, os encómios e elogios, podem parecer supérfluos, mas são o mantimento para ficarmos á tona da água nesta vida vã e efémera.
Só as luzes da ribalta é que iluminam, as outras são candeias de sobrevivência.
Concordo com o Mark Twain, já que num dia ou num momento, era reconhecido e elevado, para depois se apagar.
Mas não conseguiram. A obra ficou.

JOICE WORM disse...

Quem não gosta de um bom elogio?
E aí vai:
Grande post Xistosa. Você é único. Arranca sentimentos da alma adormecida.
Beijokas para ti da Joice

xistosa disse...

joice worm

Continuei a visitar tua casa.
Pensei que não querias visitas.
Deixei lá meu veneno.
Obrigada +pela visita.

JOICE WORM disse...

Como poderia n�o querer visita de t�o ilustre escritor e pensador??
Deixo o meu convite e certeza que c� tamb�m voltarei mais vezes.

JOICE WORM disse...

A propósito, também sou Belenense. Meu marido nasceu em casa em Belém na Rua da Junqueira (Lisboa).

São disse...

Ainda bem!
Feliz feriado.

Osvaldo disse...

Caro Xistosa;
Engraçado quando as pessoas dizem que vivem bem sem elogios, mas a verdade é que quando somos nós os elogiados, se calhar,... até gostamos !.
Já que o tema é este, um grande elogio para o amigo Xistosa pelo seu excelente blog que nos aporta a boa disposição quando por aqui passamos.
Um abraço.

Multiolhares disse...

Saem duvida que todos gostamos de um elogio, mas não é isso o importante na vida, quantas vezes nos elogiam para aguçar o nosso ego e nos darem a volta.
bj

xistosa disse...

joice worm

O meu pai nasceu muito perto. Na Rua Casa dos Trabalhadores, parece-me que era assim que se chamava.
Jogou vólei, basquete, e correu pelo Belenenses, mas foi no rãguebi e no andebol de 11, ^(hoje já não se joga) que foi campeão de Portugal diversas vezes.
Já morreu. Se fosse vivo teria quase 100 anos, mas os desportistas morrem cedo ...
Já escrevi sobre isso, apesar de não ser a minha área.
O brigada pela visita.

xistosa disse...

são

Igualmente um bom feriado.

xistosa disse...

Osvaldo

O elogio, não a bajulação, nem a loa, faz-nos ser mais exigentes, para nós próprios.
É isso que sinto quando me elogiam.
Já agora obrigado pelo elogio.

xistosa disse...

Multiolhares

Não a conheço, não sei se é nova, se é velha, gorda ou magra NEM QUERO SABER !!!
Visito o seu blog, se me perguntar o porquê, eu digo-lhe:
- Porque gosto
Sou casado há quase 35 anos e pode ficar ciente que se lhe deixo um elogia, não é, como disse no comentário anterior, uma bajulação ou loa, ou até um comentário lisonjeiro.
Digo o que penso e é por isso que tracei lutas com alguns blogues, dos quais sou agora um grande fã e até falo, pelo gtalk, com os, (as) autore(a)s.
Não lhe dou a volta.
Se tivesse acesso ao meu e-mail, poderia ler o muro de lamentações.
Não me conhece, nem necessito justificar-me.
Aos 61 anos, se não cacei, já não caço ou pesco e tenho uma mulher que é metade minha e eu metade dela.
Não chore para o meu lado e veja quem a elogia e aguça o seu ego.
O josé torres, (xistosa), só tem uma cara e uma palavra!!!
Tenha um bom feriado e não se lamente nos blogs.
Acho que é um acto de alguma fraqueza e alguém pode aproveitar-se.
Se tem razões de queixa minhas, tem o meu e-mail no blog, (nem censuro comentários), pode descarregar as suas "Vinhas da Ira".
Até ao próximo post.
O que escrevo é público e a minha vida um livro aberto ... no ocaso da vida, não queremos chatices, só sopas e descanço !!!