domingo, 30 de setembro de 2007

QUERO-TE






Quero-te!
Para dividirmos ao mesmo tempo
as mesmas ideias, as mesmas cerejas,
originando deliciosos beijos.

Quero-te!
Ouvindo-te com entusiasmo
quando falas de mim ...

Quero-te!
Comparando o tamanho das nossas mãos,
mostrando que a minha,
pode facilmente envolver a tua ...

Quero-te!
Fazendo que os teus pés se levantem do chão,
sentindo-te leve, quando dançares comigo ...

Quero-te!
Usando todo o teu talento teatral
quando recitares os teus versos para mim ...

Quero-te!
Tirando-me o sonho de tanto desejo
ou fazendo-me adormecer no teu peito ...

Quero-te!
Acordado de madrugada,
olhando-te a dormir,
enquanto correr os meus dedos pelo teu corpo.

Quero-te!
Falando-te de amor,
bem baixinho, junto ao ouvido ...

Quero-te!
Surpresa quando te acordar
com um saboroso pequeno almoço e muito amor ...

Quero-te!
A meu lado a desfrutar
os mais simples prazeres da vida ...

xistosa

2 comentários:

maria faia disse...

Gostei, viu?
não é preciso mais nada, para quem assim provoca um quero-te

Luso-Poemas disse...

venha participar em www.luso-poemas.net
vai adorar